sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Você é..

"Você é os brinquedos que brincou, as gírias que usava, você é os nervos a flor da pele no vestibular, os segredos que guardou, você é sua praia preferida, Garopaba, Maresias, Ipanema, você é o renascido depois do acidente que escapou, aquele amor atordoado que viveu, a conversa séria que teve um dia com seu pai, você é o que você lembra.

Você é a saudade que sente da sua mãe, o sonho desfeito quase no altar, a infância que você recorda, a dor de não ter dado certo, de não ter falado na hora, você é aquilo que foi amputado no passado, a emoção de um trecho de livro, a cena de rua que lhe arrancou lágrimas, você é o que você chora.

Você é o abraço inesperado, a força dada para o amigo que precisa, você é o pelo do braço que eriça, a sensibilidade que grita, o carinho que permuta, você é as palavras ditas para ajudar, os gritos destrancados da garganta, os pedaços que junta, você é o orgasmo, a gargalhada, o beijo, você é o que você desnuda.

Você é a raiva de não ter alcançado, a impotência de não conseguir mudar, você é o desprezo pelo o que os outros mentem, o desapontamento com o governo, o ódio que tudo isso dá, você é aquele que rema, que cansado não desiste, você é a indignação com o lixo jogado do carro, a ardência da revolta, você é o que você queima.

Você é aquilo que reinvidica, o que consegue gerar através da sua verdade e da sua luta, você é os direitos que tem, os deveres que se obriga, você é a estrada por onde corre atrás, serpenteia, atalha, busca, você é o que você pleiteia.

Você não é só o que come e o que veste. Você é o que você requer, recruta, rabisca, traga, goza e lê. Você é o que ninguém vê."

A Martha Medeiros arrebenta.

Sem mais...
Tchau!

4 comentários:

MALU, SIMPLES ASSIM disse...

Muito bom! É a minha primeira vez no blog, gostei!

Kellen Lopes disse...

Ó a Malu Queridaa aí _o/

Então.. A Martha Medeiros é foda mesmo ;)
Pena que ela atualiza pouco hehehe
Tá igual você :P

Agora também te sigo! :D

. a-mah-rela. disse...

Nossa! Eu adorei! Um dia vou fazer um plagio e vou colar isso no meu blog! ;D asuhaiushauishai.

Já está nos meus links também e eu tambem to te seguindo, cuidado hein! haha ;*

Polêmica disse...

Muito legal esse texto. Realmente nós somos tudo aquilo que sonhamos, que cremos, que observamos, que curtimos. Nossas emoções denunciam quem realmente somos.

Beijão!